ADM na EFA Tabocal

0

A EFA – Escola Família Agrícola Tabocal-SF realizou entre os dias 11 e 13 de junho a V Semana do Técnico Agropecuário, com a participação de diversas entidades, alunos, familiares, professores, diretoria e conselho deliberativo, ao aproximar o período de formatura de mais um grupo de alunos, que daqui para frente terão como responsabilidade colocar em prática todo o aprendizado adquirido durante os três anos de experiência escolar, com a metodologia da alternância (15 dias na escola e 15 dias na propriedade da família), a serviço do desenvolvimento econômico-social-ambiental envolvendo a agricultura familiar.
Diversas palestras foram proferidas no dia 11/06, e entre elas a ADM – Desenvolve São Francisco, representada pelo diretor executivo Cosmo Fernando Pinto Lima, com o tema: “A Agricultura Familiar e a Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER como Vetores de Desenvolvimento do País”. A EMATER local foi representada pelo engenheiro-agrônomo Antônio de Farias Salgado Júnior, com o tema: “Recuperação de Recursos Hídricos”. Neste mesmo dia, ocorreu a participação especial de dois técnicos ex-alunos da EFAT: Vinicius Madureira Vieira apresentou seu depoimento em relação a “Importância que os alunos devem ter no processo de ensino/aprendizagem para a vida profissional”; ele trabalha em uma grande empresa do agronegócio de Goiás e é filho do produtor rural e presidente do Conselho Deliberativo da EFAT, Sr. Conceir Damião Vieira; o acadêmico do Curso de Agronomia da UFMG, Sr.Wesley Vinicius de Matos Aquino, proferiu palestra com o tema: “Controle Biológico de Pragas e Doenças”.
Já no dia 12/06 foi a vez dos alunos concluintes do 3º ano do Curso Técnico Agropecuário/19 poderem apresentar e ministrar Minicursos em Diversas Áreas de Ciências Agrárias, com envolvimento de outros alunos, familiares e convidados, coordenados pelos professores da EFAT. A Escola é dirigida pela Profa. Nilva Vieira da Paz.
Eventos dessa natureza contribuem para a formação técnica dos alunos, aproximam entidades de desenvolvimento e das famílias neste ambiente em que se formam profissionais agropecuários, que terão como grande responsabilidade contribuir num primeiro momento com a organização da propriedade, diversificação e beneficiamento da produção, agregando valor aos produtos produzidos para colocação em mercados demandantes.
A ADM ainda teve a oportunidade de apresentar as propostas de projetos que encontram em pauta para o desenvolvimento de São Francisco, e que aguarda a definição de agendas de órgãos do governo federal, estadual e outras entidades para a formação das parcerias de apoio à implantação desses projetos.

Campartilhe.

Comentários desativados.