CAMINHÃO PIPA

0

Uma equipe de militares do 55º Batalhão de Infantaria – Batalhão Dionísio Cerqueira – de Montes Claros, reuniu-se com técnicos do COMPDEC, vereadores, secretários municipais e Codema para falar sobre o objetivo do programa carros pipas no município. A exposição foi feita por um capitão que prestou importantes informações a respeito da ação subsidiária do Exercito Brasileiro, o que ocorre há mais de 20 anos, fazendo, agora, parte do Orçamento da União.

Foram levantadas diversas situações no atendimento dos carros, muitas surpreendentes; as dificuldades de acesso em razão da péssima situação das estradas, outras por questões de impossibilidades de locomoção de famílias a serem atendidas ou, pelo contrário, pela resistência de se deslocar até o ponto de localização das cisternas que recebem a água dos carros para distribuição.

Na exposição constatou-se que o programa atinge uma área superior ao Uruguai atendendo a mais de 3.5 mi de pessoas, na região do semiárido brasileiro.

Ao final da exposição do capitão, muito elucidativa, foram feitas questionamentos e apresentados esclarecimentos por vereadores presentes – Delvan, Júnior Marruá, Adelson e Antônio Doce -, algumas pertinentes e esclarecedoras. O presidente do Codema fez observações pertinentes apontando a inversão de uma situação, ou seja, a necessidade de levar água onde, tempos atrás, os mananciais eram exuberantes e que hoje não são mais do que sinais, tudo graças à ação deletéria do agronegócio. Questionou o fato do governo investir R$ 1,4 bi no programa carro pipa (hoje extremamente necessário) e não investir nada na revitalização da bacia hidrográfica do rio São Francisco, hoje um deserto. Um contra-senso.

Campartilhe.

Comentários desativados.