COLMEIA

0

Foi dado mais um passo para a instalação do Coletivos Locais de Meio Ambiente (COLMEIAS), programa da Copasa, em São Francisco. Na segunda-feira 23, no Plenarinho da Câmara Municipal, reuniram-se os parceiros locais com o objetivo de formalizar a sua composição e eleger o coordenador e responsável pela comunicação.

Definiu-se, como entidades participantes: Copasa, Prefeitura Municipal (Secretaria Municipal do Meio Ambiente) Câmara Municipal, Codema, Emater, IEF, Grufinch, Preservar e Polícia Ambiental. Para dar andamento às ações do Colmeia foram eleitos o coordenador e o responsável pela comunicação, cabendo à Copasa a Secretaria Executiva – Diego Antunes de Farias. João Naves foi indicado coordenador e Alda Maria responsável pela comunicação.

Decidiu-se que o Colmeia se reunirá mensalmente na primeira quarta-feira do mês, às 8 h, na Câmara Municipal.

IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA

O Colmeia é uma das estratégias que visa garantir a implementação do Programa Pró-Mananciais, que tem em sua concepção, entre outras, a construção coletiva do sentimento de pertencimento à microbacia hidrográfica, a gestão participativa e a responsabilidade compartilhada.

O Colmeia tem como atribuições:

Participar das atividades relacionadas ao Programa Pró-Mananciais no seu município; elaborar o pré-diagnóstico da microbacia contemplada e aprovar o diagnóstico final com a comunidade; construir de maneira participativa e colaborativa, com a comunidade residente na bacia, o Plano de Ação e submetê-lo à aprovação do Comitê Ambiental da COPASA; definir responsabilidades entre os parceiros locais; hierarquizar as ações previstas; executar e acompanhar as ações previstas no Plano de Ação; prezar para que a metodologia do Programa Pró-Mananciais seja seguida em todas as etapas e ações desenvolvidas.

O PRÓ-MANANCIAL

Programa Socioambiental de Proteção e Recuperação de Mananciais tem em sua concepção a cultura de sustentabilidade; ações de sensibilização, mobilização e de educação ambiental; valorização dos saberes e crenças das comunidades; estímulo à mudança de hábitos e costumes; a ética do cuidado; a construção coletiva do sentimento de pertencimento à microbacia hidrográfica; e a responsabilidade compartilhada.

Integra o compromisso da empresa com a responsabilidade socioambiental e o desenvolvimento sustentável. Traz em seu nome, a ideia da prevenção, do antecipar ações no cuidado, na proteção e recuperação das águas desde a sua nascente até seu ponto de captação.

O programa tem como objetivo geral: proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos cujos mananciais servem para a captação dos sistemas de abastecimento público de água operados pela COPASA, por meio de ações e estabelecimento de parcerias, que visem a melhoria da qualidade e quantidade das águas, favorecendo a sustentabilidade ambiental, econômica e social.

E como objetivos específicos: sistematizar e reestruturar as ações de proteção de mananciais superficiais e subterrâneos; reforçar, a partir das ações de educação ambiental, a importância dos serviços de saneamento como atividades essenciais à saúde, à vida e ao ambiente; assegurar maior efetividade no plantio, manutenção e preservação da vegetação, em especial daquelas localidades no entorno das áreas de proteção de mananciais.

Campartilhe.

Comentários desativados.