DIS LUI QUE/ DIGA-LHE QUE…

0

Dis lui que je ne l’aime plus/Dis lui que je n’ai plus envie de l’a voir/Dis lui que je n’ai plus envie de lui parler/ Dis lui qu’elle ne me manque pas/Mais, surtout, ne lui dis pas que je pleure en lui disant ça. Diga-lhe que não a amo mais/diga-lhe que não tenho mais vontade vê-la/ que não tenho mais vontade lhe falar/que ela não me faz falta/mas, sobretudo, não lhe diga que eu choro dizendo isto.
Se você a vir por aí, se tiver tempo, se ela perguntar por mim, diga-lhe que você me viu há pouco tempo e que eu parecia estar muito bem. Rodeado de amigos, à mesa de um bar, tomando cerveja e conversando.
Diga a ela que me viu na rua, eu caminhava devagar acompanhado de uma bela morena, que parecia estar apaixonada por mim.
Que meus dias têm se passado tranquilos e que minha felicidade é tamanha que nem me dei conta de vê-la. Que estou de carro novo, um conversível vermelhinho, da cor da paixão que sentia por você.
Que meus dias têm amanhecido lindos e que minhas noites têm sido maravilhosas, cheias de estrelas.
Que todos os dias pela manhã, quando abro a janela, uma brisa fresca vem acariciar minha face, trazendo o cheiro da primavera, que um sabiá vem cantar à minha janela, me desejando bom-dia.
Diga-lhe que não a amo mais, que não estou sozinho, que estou bem de amores, que a velha chama já se apagou, que só restaram cinzas.
Diga-lhe que não tenho mais vontade vê-la, que não tenho mais vontade de lhe falar, que ela não mais me faz falta, que minha vida não mudou com sua ausência.
Diga-lhe que a fonte que vivia em meus olhos secou, que não choro mais por ela, que nada resta dela, nem mesmo as lembranças felizes. Essas também se foram.
Diga-lhe o que você quiser, mesmo que seja uma mentira, que eu já a esqueci faz tempo, que não a espero mais, que ela não mais frequenta minhas noites e meus sonhos.
Diga-lhe que quebrei o espelho em que nossos olhos se encontravam, que apaguei do meu coração as palavras que falavam dela, que rasguei suas cartas e suas fotos e as atirei ao fogo.
Mas jamais lhe diga que tudo o que falei acima é mentira! Diga, sim:
Que minhas noites são solitárias, que passo muitas madrugadas no computador, que meus dias são intermináveis, que todos os dias ao acordar a saudade me aperta o peito, que sinto falta do seu sorriso, do seu alto astral, que a saudade dela é imensa e, por mais que eu dissimule, rolam lágrimas pela minha face quando me lembro dela. Que sua presença me enchia de alegria, e seu amor preenchia todos os vazios de meu coração. Que eu não mais suporto minha solidão.
Diga-lhe que muito maior que minha saudade, maior que minha tristeza, é o amor que sinto por ela. Que ela é o meu verdadeiro e único amor! Que eu a espero a cada dia, a cada instante, a cada amanhecer, a cada estação, a cada noite, a cada geada, a cada chuva, a cada tudo, a cada sempre.
Que meu amor por ela transcenderá esta vida terrena!

jtbarbosa500@yahoo.com.br

Campartilhe.

Comentários desativados.