PEQUENA CRÔNICA

0
VÃO-SE OS ANÉIS E OS DEDOS

Acorda São Francisco!  Rebusque a história, some seus feitos e contabilize suas perdas. Infelizmente parece não haver tempo e, sequer, interesse para tanto. As coisas vão acontecendo, o povo comentando, uns preocupados, outros glosando e o município em banho-maria, perdendo o seu tempo.

A conversa agora, nas ruas, clube e na Câmara Municipal, é debandada do distrito da Copasa, falando-se, ainda, na possível derrocada da Cemig. Retrocesso.

Na Câmara Municipal o vereador Sargento Edmilson vem alertando sobre o fato e, na reunião passada, a vereadora Cláudia “rasgou o verbo”.

Parece que ficou nisso. Ora, o alheamento de nossa sociedade, através de seus diversos órgãos representativos (!), não se manifestou. Deixa correr. Tal displicência pode parecer nada, mas certo é que nos arrasta ao atraso.Façamos uma soma do quanto que São Francisco já perdeu ou se envolveu em engodos. Dnocs (tratado no ano de 1965 no SF), ponte (será que seria aqui mesmo?), IFNMG, fábrica de massa de tomates, rodovia asfaltada (Brasília de Minas é interligada com Coração de Jesus, Ubaí e São Romão e São Francisco uma ilha no chão). Os projetos da mamona (uma decepção e prejuízos para os produtores e ninguém pagou nada), projeto doa amendoim (decepção e prejuízo para os produtores e ninguém nada pagou) projeto da piscicultura (fantástico) – restaram os buracos em área nobre. Sempre promessas, sonhos, expectativas e frustrações.

E o que fazemos? Dobramo-nos, quase inertes, à realidade sem reação ou na contemplação vendo “o cavalo passar arreado. E lá se vão para Brasília de Minas a Copasa e escritório do Idene.

Será que somos assim tão insignificantes? Ser o quarto município em extensão e população do Norte de Minas não soma?

é preciso uma reação mais enérgica de nossas instituições: Sindicatos, CDL, Maçonaria, OAB, Comenac, igrejas de todos os credos (ainda que não lhes seja, diretamente, afeto o assunto, mas são formadoras de opinião, de esclarecimentos), GDESF. À frente, com maior força, os poderes Executivo e Legislativo, pois têm eles a representação do povo e, pelo povo devem batalhar. Cadê os deputados que aqui foram consagrados nas eletrônicas? O que fazem por nós além de míseras emendas?  Emenda são meros remendos pois não impulsionam o desenvolvimento, contemporizam situações.

se de fato a Copasa deixar São Francisco a comunidade vai cobrar (e alertar) uma explicação do governador Pimental e dos deputados de sua base e qua aqui receberam muitos votos? Os votos dos são-franciscanos não valem nada?

A página do PortalVeredas pode não ter força alguma e é possível que 99% da população são-franciscana tem acesso a ela, pois por comum, a leitura mais densa não faz sucesso como o Youtube. Contudo, fazemos o registro, pois no futuro tudo isso poderá ser cobrado como um triste herança.

Sim, saindo a Copasa de São Francisco, certamente com o aval do governador do Estado, há como acreditar na “ponte”?

Campartilhe.

Comentários desativados.