UM POUCO DE SÃO FRANCISCO

0

Renato Raposo escreve uma elegia a São Francisco revelando todo seu amor e carinho pela cidade, abrindo suas portas para os visitantes.

De Luislândia, Pintópolis, São Romão, Chapada Gaúcha e Maria da Cruz – bem vindos a São Francisco, onde partilhamos algo mais que oxigênio e luz do sol. Esses dois recebemos nas praças públicas, ornadas com igrejas, quadras, bancos, árvores, gramados, passeios, cercadas de bares, mercearia, oficina, lojas e residências.

Nossas ruas e avenidas são bem traçadas e de quarteirões que lembram rapaduras.

Visite seus amigos nos bairros Jardim Regalito, Aparecida, Sobradinho, Lapinha, Vila Vicentina, Sagrada Família, Quebra, Jardim Graziela, Bandeirante, João Aguiar, Funcionários, Santo Antônio, Luzia, Sobradinho, Cidade Nova e o centro histórico. Hospede no Atalaia, Supremo, Palas, Cristina e nas Pousadas Peixe-Vivo e Kato.

Conheça os serviços públicos: prefeito, vereadores, bancos, fórum; padres, pastores, advogados, professores, artistas, mecânicos, comerciantes e demais cidadãos que o acolhe.

MAIS UM POUCO DE SÃO FRANCISCO

O cais da frente da majestosa igreja matriz de São José o ampara contemplativo no espetáculo do pôr do sol, nas últimas horas do dia, e você estará abraçado pela beleza da natureza, entre o rio e a arquitetura eclética e gloriosa da matriz. Por aqui sempre chegaram pessoas navegando rio acima e rio abaixo em vapores, jangadas, ajoujos, canoas, barcas de vários tamanhos, riscando as águas morenas.

O cais da cidade abriga o Peixe-Vivo, tradicional bar-restaurante, donde se registra o inesquecível pôr do sol.

Mais acima, temos, por dois quilômetros, alguns dos portos que permitem a passagem para o outro lado do rio, atravessando caminhões, ônibus, carros, motos, bicicletas, cavaleiros, carroças e pedestres, que vêm e vão, além dos barcos e canoas pontilhando as margens do Velho Chico.

A balsa liga a cidade à estrada, sentido Oeste, para Pintópolis, Chapada Gaúcha, Urucuia, Brasília – DF.

Ao Sul, segue-se a Rural Minas, à margem direita do rio, rumo a São Romão, Ponto Chique, Buritizeiro, Pirapora…

Já abaixo do cais da cidade, temos bairros e pracinhas como a praça do pescador, barzinhos, pousadas e clube AABB e a saída a Norte da cidade, via Rural Minas, a margem direita do rio, para Maria da Cruz e Januária…

AINDA MAIS DE SÃO FRANCISCO-MG

A chegada principal de São Francisco, fica a Leste da cidade, como que para receber melhor o sol que a torna luminosa.

Entre São Francisco e Montes Claros, pólo principal da região, temos cidades vizinhas e amigas como Luislândia, Brasília de Minas e Mirabela.

Até São Francisco, asseguramos um fio de asfalto desde a Argentina, Paraguai, Uruguai ou certamente, do extremo sul do Chile.

São Francisco-MG, conheça e complete…

 

Campartilhe.

Comentários desativados.